Criança morta com tiro na cabeça em Mundo Novo teve fácil acesso à arma, diz polícia

A arma que disparou o tiro que matou uma menina de 11 anos na noite de ontem (17) em Mundo Novo, extremo sul do Mato Grosso do Sul, estava guardada em uma gaveta sem nenhuma proteção.

Conforme a delegada Allana Zarelli, a pistola .40, de uso pessoal do pai da vítima, que é Subtenente da Polícia Militar, estava guardada em uma gaveta no mesmo cômodo onde ocorreu o disparo. Ela não ficava trancada e a criança tinha fácil acesso à arma. À polícia, a mãe da menina contou que, mesmo sendo militar, o pai nunca ensinou a filha a manusear as armas que tinha em casa.

Polícia investiga morte de menina de 11 anos com tiro na cabeça

Segundo a delegada, a mãe relatou que a filha não demonstrava sinais de tristeza e nenhuma carta foi deixada. Porém, a polícia encontrou em um caderno da menina alguns textos com elementos que demonstravam insatisfação. ”Mas não sabemos se a caligrafia é mesmo da criança e nem quando os textos foram escritos”, explicou.

Além do caderno, o celular e o computador da criança foram recolhidos. Todos eles passarão por perícia. A hipótese de tiro acidental foi descartada e a principal linha de investigação é suicídio. ”A pistola era de difícil manuseio e o tiro atingiu a lateral do crânio”, disse.

Ainda nesta segunda-feira (18) a delegada irá ouvir um casal que estava na casa da família do momento do disparo. Os pais deverão ser ouvidos nos próximos dias.

Fonte: Kerolyn Araújo / Campo Grandes News

Funcionário de oficina furta caminhonete do patrão e envolve-se em acidente em Jardim

No domingo (17), às 04h00, foi solicitado via 190 a presença da Polícia Militar, na Rua Mauro Antonio Caetano, Vila Caetano, onde o solicitante, de 46 anos, relatou à guarnição de serviço que haviam arrombado o portão de sua oficina e levado uma caminhonete Chevrolet A10, cor vermelha, com placas da cidade de Jardim, de sua propriedade. O solicitante desconfiava de seu funcionário, um homem de 23 anos que teria cometido tal crime.

Diante dessas informações, iniciaram-se diligências com o intuito de localizar o veículo furtado, sendo posteriormente informada à guarnição, via 190, que o referido veículo, juntamente com os autores, havia se envolvido em um acidente na Rua Macias Barbosa, próximo a uma conveniência.

No local, o comparsa, de 18 anos, relatou que após furtarem o veículo, os mesmos foram até a cidade de Jardim e ao retornarem para Guia Lopes da Laguna, o autor, que é funcionário do proprietário da caminhonete, perdeu o controle da direção do veículo, vindo a chocar-se contra uma árvore, ocasionando danos materiais ao veículo e lesões no condutor e passageiro.

Diante dos fatos, os autores foram detidos e conduzidos ao hospital e posteriormente entregues ao agente plantonista do 1º Distrito Policial de Jardim para as providências que o caso requer.

Fonte: Alice Lorenzon/Assessoria de Comunicação Social do 11º BPM

Mãe tem ferimentos leves e filho sai ileso de capotagem na BR-262 em Aquidauana

Um mulher, de 33 anos, teve ferimentos leves após o veículo Uno que conduzia capotar esta tarde (15) às margens da rodovia BR-262, próximo ao trevo do Posto Corrente em Aquidauana.

No veículo também seguia o filho adolescente da vítima que saiu ileso, apesar da gravidade do acidente. A vitima, Rosimeire Corrêa teria perdido o controle da direção, saiu da pista e capotou pelo menos cinco vezes.

O carro ficou completamente destruído, ainda conforme o site O Pantaneiro. Rosimeire teve apenas um corte no braço e o filho escapou ileso. Eles foram socorridos e encaminhados para o hospital de Dois Irmãos do Buriti.

Mãe e filho estavam em Sidrolândia e voltavam para Aquidauana, quando aconteceu o acidente.

Fonte: Adriano Fernandes / Campo Grandes New